Instituto Multidisciplinar em Saúde

Universidade Federal da Bahia

Campus Anísio Teixeira

NBio

O Núcleo de Biointegração (NBio) foi implantado em 11 de dezembro de 2013.

Perspectivas do NBio

a) Perspectivas acadêmicas:

  1. Formar e capacitar os alunos dos cursos do IMS-UFBA na pesquisa e no desenvolvimento de novas tecnologias em saúde através de atividades de iniciação científica;
  2. Introduzir e capacitar o corpo técnico de laboratório do IMS-UFBA na pesquisa e na extensão sobre a temática de saúde;
  3. Inserir os novos profissionais formados pelo IMS-UFBA na temática dos problemas regionais de saúde pública e no respectivo mercado de trabalho.

b) Perspectivas de pesquisa:

Realização de um levantamento diagnóstico da saúde na população do sudoeste da Bahia, por meio da análise do perfil das principais doenças que acometem a população desta região. Quanto aos resultados obtidos, estes serão divulgados em congressos e publicados em revistas científicas.

c) Perspectivas de extensão:

Contribuir para o desenvolvimento regional do SUS de Vitória da Conquista;

Avaliar a eficácia dos programas de controle epidemiológicos da região sudoeste da Bahia, visando sugestões no direcionamento das políticas de saúde pública do local;

Capacitar alunos e profissionais da área de saúde da região sudoeste da Bahia.

Linhas de Pesquisa:

a) Doenças crônico-degenerativas e genéticas:

  1. Análise do perfil das doenças crônico-degenerativas e genéticas que acometem a população atendida pelo sistema único de saúde (SUS) do sudoeste da Bahia;
  2. Levantamento e avaliação dos indicadores de risco das doenças crônico-degenerativas e genéticas que acometem a população citada;
  3. Estudo de evidências de doenças de grupos étnicos de Quilombolas e Tribos indígenas da região sudoeste da Bahia;
  4. Implementar medidas educativas de prevenção das doenças crônico-degenerativas.

b) Informática em Saúde e Assistência Farmacêutica:

  1. Desenvolver sistemas de informação voltados ao uso racional de medicamentos;
  2. Desenvolver instrumentos para a estruturação e disseminação de informação sobre medicamentos;
  3. Investigar a freqüência de interações medicamentosas e a associação com custos e tempo de internação.

c) Resistência Microbiana:

  1. Contribuir para a redução da disseminação da resistência microbiana no Hospital Geral e no Hospital Municipal Esaú Matos e guiar medidas de prevenção e controle de infecções nosocomiais;
  2. Identificar o perfil de sensibilidade dos patógenos resistentes prioritários no ambiente e nos materiais termossensíveis do Hospital Geral e do Hospital Municipal Esaú Matos;
  3. Analisar a eficácia da desinfecção dos ambientes e dos materiais termossensíveis do Hospital Geral e do Hospital Municipal Esaú Matos.

d) Produtos Naturais:

  1. Selecionar através do levantamento etnofarmacológico quais produtos naturais utilizados com fins terapêuticos pela população da região sudoeste da Bahia serão coletados visando o isolamento de compostos bioativos e a avaliação da atividade antimicrobiana;
  2. Isolar e identificar compostos bioativos presentes nos extratos dos produtos naturais pré-selecionados por meio de técnicas fitoquímicas;
  3. Desenvolver estudos farmacológicos de atividade antimicrobiana dos extratos dos produtos naturais pré-selecionados no estudo etnofarmacológico e dos compostos bioativos isolados.

e) Imunopatologia:

  1. Avaliar a resposta imune desenvolvida frente a infecções por patógenos
  2. Estudar alterações anatomopatológicas desenvolvidas em patologias crônico-degenerativas e infecciosas;
  3. Desenvolvimento e identificação de bioprodutos envolvidos na modulação da resposta imune.

f) Sistemática e Taxonomia Vegetal

  1. Projetos de pesquisa que envolve o levantamento florístico e taxonômico de espécies vegetais, com ênfase para a família Melastomataceae na Bahia, de modo particular com a flora da Chapada Diamantina.
  2. Projetos de pesquisa que envolve a taxonomia de algas e briófitas na região de Vitória da Conquista.

g) Sistemática Filogenética molecular e variabilidade genética e morfológica

  1. Projetos de pesquisa que envolve estudos filogenéticos com base em dados moleculares bem como estudos populacionais de grupos de campos rupestres utilizando marcadores morfológicos e moleculares, com ênfase para os grupos de Melastomataceae, particularmente e com marcadores moleculares dominantes do tipo ISSR.

h) Ensino de Botânica

  1. Projetos de extensão que tem por objetivo a elaboração de oficinas e produção de recursos didáticos para auxiliar o ensino de botânica em escolas públicas da região de Vitória da Conquista.

Projetos em andamento:

a) Projetos de Pesquisa:

  1. Avaliação do uso de tecnologia de informação para prevenção da ocorrência de interações medicamentosas em ambiente hospitalar.
  2. Perfil das pacientes com câncer mamário na região do sudoeste da Bahia
  3. Implementação de protocolos de biossegurança nos laboratórios do Instituto Multidisciplinar em Saúde, Campus Anísio Teixeira da Universidade Federal da Bahia (IMS/CAT-UFBA)
  4. Detecção de patógenos multirresistentes e efetividade da desinfecção de ambientes e materiais termossensíveis no Hospital Regional de Vitória da Conquista (BA).
  5. Perfil das doenças genéticas de erros inatos do metabolismo diagnosticadas em Vitória da Conquista.
  6. Avaliação da atividade antimicrobiana de produtos naturais selecionados por levantamento etnofarmacológico no município de Vitória da Conquista.
  7. Desenvolvimento de modelos experimentais para o estudo de infecções em camundongos;
  8. Estudo do papel de neutrófilos e células na infecção por Leishmania;
  9. Estudo de polimorfismos genéticos correlacionados com hipertensão em comunidades quilombolas;
  10. Estudos de interações entre alergia e esquistossomose;

b) Projetos de Monitoria:

  1. Fisiologia de Patologia Humana
  2. Histologia e Embriologia
  3. Farmacologia
  4. Fisiologia Humana
  5. Botânica
  6. Estudo de células tronco
  7. Biologia celular
  8. Biologia molecular

Coordenação

Robson Amaro Augusto da Silva

Vice-coordenação

Gilvanéia Silva Santos

Componentes

Bruno Lopes Bastos
Francine Cristina Silva Rosa
Kênia de Oliveira Bueno
Laize Tomazi
Leandro Martins de Freitas
Lucas Miranda Marques
Luciano Pereira Rosa
Maíse Mendonça Amorim
Najara de Oliveira Belo
Patricia Belini Nishiyama
Regiane Yatsuda
Ricardo Evangelista Fraga
Telma de Jesus Soares
Tiana Baqueiro Figueiredo

Sistemas SISCAT