Instituto Multidisciplinar em Saúde

Universidade Federal da Bahia

Campus Anísio Teixeira

Melhorias na segurança da UFBA Conquista

Publicado por em 5 de abr de 2013

Falar em segurança nos dia de hoje é algo essencial, principalmente em espaços com grande circulação de pessoas como nas universidades, tanto para a preservação do espaço e dos equipamentos, mas principalmente, da integridade das pessoas que utilizam desses espaços.

Major Inevaldo em primeira visita ao Campus Anísio Teixeira

Há mais de dois anos no cargo de Coordenador Geral de Segurança da Universidade Federal da Bahia, o Major Inevaldo Antonio de Araújo acumula uma vasta experiência na área e esteve no ultimo dia 02 de abril no Campus Anísio Teixeira para avaliar as necessidades de segurança apresentadas nas instalações de Vitória da Conquista. Resolvemos então conferir de perto qual o planejamento previsto para o campus, e as recomendações do Major para a melhor segurança dos estudantes e funcionários da UFBA/Conquista.

Segundo o  Major, está previsto para toda a universidade a instalação de 800 câmeras de segurança, sendo que 400 já se encontram em operação e mais 100 em processo de instalação. Para Vitória da Conquista serão disponibilizadas, inicialmente, 26 câmeras para os 3 prédios do campus, as quais estarão em pleno funcionamento até o final do segundo trimestre de 2013. Falou ainda no aumento no número de vigilantes e de mais um posto armado, além da inclusão de uma vigilante feminina no quadro, melhorando a abordagem  em caso mais específicos.

Destacou seu contentamento, nessa primeira visita, com o atual sistema de segurança montado no campus, o qual deverá ter uma maior efetividade após as mudanças que estão sendo propostas. Disse também que a UFBA/Conquista está seguindo o caminho certo, buscando a prevenção antes dos problemas acontecerem.

Marjor Inevaldo esplica as melhorias que serão implantadas

“Não adianta deixarmos os problemas acontecerem para depois buscar as soluções.”

Quando questionado a respeito das mudanças ocorridas nos campi de Salvador após o início do monitoramento visual, o Major deixou evidente a rapidez com que as ações passaram a serem tomadas, uma vez que o monitoramento passou a acontecer 24 horas por dia, alcançando pontos em que apenas o patrulhamento humano não conseguia detectar, coagindo assim atos como o uso de drogas ilícitas.

Relatou que outras melhorias deverão ser realizadas devido a instalação das novas câmeras, como a melhoria da iluminação da área externa, principalmente do estacionamento, que contará com uma câmera especial de alto alcance que trabalha em 360 graus.

ASCOM IMS.


Sistemas SISCAT