Instituto Multidisciplinar em Saúde

Universidade Federal da Bahia

Campus Anísio Teixeira

Campanha de vacinação para toda comunidade do IMS/CAT/UFBA

Publicado por em 10 de jun de 2013

Data: 12/06/2013 – quarta-feira
Horário: 14 ás 17:hs
Local: Ambulatório de Enfermagem
Público-alvo: Quem tem cadernetas de vacinação favor levar no dia para avaliação.A vacina é produzida com partes de vírus ou bactérias enfraquecidos, que entram no organismo para estimular a produção de anticorpos. Um exemplo é vacinação contra o sarampo. Uma vez que os anticorpos estão em circulação no sangue, o corpo está em posição de combate, pronto para exterminar o vírus causador da doença. O problema é que algumas vacinas acabam por perder seu efeito protetor com o passar dos anos, e precisam de novas doses para reforço do efeito imune.

Um adulto não vacinado não coloca em risco apenas a sua saúde. Além de poder contrair versões mais agressivas de doenças como o sarampo, ele ainda pode servir como vetor de transmissão para crianças que não completaram a imunização. “Qualquer doença para a qual aquela pessoa não está vacinada, pode ser contraída e, por consequência, transmitida para outro indivíduo”.As vacinas agem estimulando as defesas orgânicas a produzirem mecanismos antiinfecciosos altamente eficientes no combate a desafios antigênicos específicos, como por exemplo, os vírus e as bactérias, impedindo ou amenizando o aparecimento de sintomas e sinais clínicos de várias doenças infecciosas. A efetividade das vacinas varia  conforme diversos fatores, entre eles, a capacidade do estímulo antigênico de ativar o sistema imunológico e o estado de saúde do indivíduo vacinado. De forma geral, as vacinas atualmente disponíveis alcançam excelentes resultados, conforme comprovado por diversos estudos de vigilância epidemiológica.


Sistemas SISCAT