Instituto Multidisciplinar em Saúde

Universidade Federal da Bahia

Campus Anísio Teixeira

Ampliação da banda larga no interior

Publicado por em 30 de jul de 2013

Workshop de tecnologia e redes

Nos dias 25 e 26 de julho aconteceu na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) o WTR Conquista, Workshop de Tecnologia de Rede, evento no qual foram abordadas não só as tecnologias usadas na construção de redes digitais, mas também assuntos de grande relevância para a toda a comunidade acadêmica local.

Além das palestras voltadas especificamente para a área técnica, foram abordados temas de interesse público como o projeto Cidades Digitais, que tem o objetivo de modernizar a gestão e o acesso aos serviços públicos nos municípios brasileiros. Esteve presente como palestrante o Diretor de Infraestrutura da RNP (Rede Nacional de Ensino e Pesquisa), o Prof. Eduardo Grizend que explicou o atual funcionamento e capacidade da rede brasileira, assim como as dificuldades que estão sendo enfrentadas com a ampliação do atendimento e da banda no país.

Eduardo GrizendiAo ser questionado quanto à disponibilização e ampliação da capacidade da banda larga no sul e sudoeste baiano, o professor Grizend não pode dar detalhes do que vem sendo planejado junto aos orgãos locais, apenas salientou que as propostas já foram lançadas, se comprometendo à buscar maiores informações com o pessoal encarregado. Complementando a fala de Grizend, a Coordenadora do Ponto de Presença da RNP na Bahia, Claudete Alves, explicou que os projetos apresentados pelas cidades de Vitória da Conquista e Itabuna foram muito bem estruturados e que não deram continuidade por alguns impasses com fornecedores, principalmente com questão referente à alocação da fibra ótica que depende de concessão da utilização dos postes da operadora de energia elétrica do estado.

O tema ainda foi abordado pela Prof. Jurema Valeça, Diretora de Fomento às Tecnologias de Informação e Comunicação da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado da Bahia (Secti), que mencionou o investimento na ordem de 120 milhões na ampliação da capacidade da rede do reconcavo baiano. Disse ainda que a interiorização da malha de fibra óptica na Bahia é demasiadamente custosa, pois o estado possui grande extensão e cidades demasiadamente afastadas da capital, como Barreiras, com poucos pontos de intercessão da malha no trajeto.

AscomIMS


Sistemas SISCAT